• ABM

Sexo Alheio/ Sexo Sem Gente

Por escassez de inspiração, apesar da abundância de temas e de boatos, flutuo entre dois assuntos que garimpei; um é o excelente documentário do The History Channel intitulado “O Mundo sem Ninguém” em que é simulado como ficaria a terra aliviada dos terráqueos, sobretudo os que comem Big Macs. O outro é o caso prosaico do governador do Estado de Nova Iorque, ex-promotor, notório por cassar e caçar cafetões e prostitutas, flagrado contratando os serviços que noutrora impugnou, com auxilio da lei e da moral.


- Alô? Boa noite. Preciso duma prostituta aqui no meu quarto.


- Rapaz, essa voz é a do governador! Aquele #%*@ que proibiu nosso trabalho e agora quer se servir dele?


- Aceite isso como forma de compensação. Quero uma loira, sem sutiã.


Claro que eu gostaria da sua opinião sobre sobre o que discorrer. O objetivo e o mérito desta coluna é entediá-lo o mínimo e incomodá-lo o máximo. Escândalos de alcova naturalmente aguçam todos os sentidos, até os monásticos. Em tese é o que daria menos trabalho para mim; dosaria o tema com umas pitadas apimentadas de sarcasmo, ironizando o governador, porque a pimenta-do-olho- alheio é a mais docílima planta que a botânica já produziu.


A ironia é que enquanto o sexo, sobretudo o público o alheio e o imprudente, bole com as sensações, falar de gente, gente mesmo, paradoxalmente é de um tédio hospitalar.


Veja:


O rareamento de pessoas no mundo daria um trabalho cuja execução não está ao meu alcance; o risco de entendia-lo seria enorme, porque mesmo apinhado, ensardinhado no metrô, parado nas avenidas, congestionado no elevador, faz falta ter falta de gente, isto é que eu presumo após pesquisar só a mim, o que já é o bastante, já que não é rara a vez em que sinto que não caibo em mim.


Consumo as linhas a que tenho direito, não respeito sua opinião nem o intuito de comentar um assunto ou outro, e a pior das espécies de opiniões e idéias são aquelas que não tomam rumo, vacilam entre o oco e a mudez. Conto com sua compreensão. Perdoe este intruso, estuporador da ilusão.





Posts recentes

Ver tudo