• ABM

Estreladas Noites

Estrelada, noite estrelada

Pinte sua paleta azul e verde

Olhe ao redor em um dia de sol

Com olhos que conhecem a escuridão na minha alma

Sombras nas colinas

Desenhe árvores e narcisos

Pegue a brisa e a friagem do inverno

Em cores da terra enevoada


Agora eu entendo

O que você tentou me dizer

E o quanto você sofreu por causa da sua sanidade

E como você tentou libertá-los

Eles não ouviriam

Não saberiam como

Talvez escutarão agora


Estrelada, noite estrelada

Flores flamejantes que resplandece brilhantemente

Nuvens rodopiando e nevoeiro violento

Refletem nos olhos de Vincent, olhos azuis de porcelana

Cores mudam a coloração

Campos matinais de grãos ambarino

Suportando rostos alinhados em dor

São acalmadas pelas mãos amorosas dos artistas


Por eles não poderem amar você

Mas ainda assim seu amor era verdadeiro

E quando nenhuma esperança foi deixada dentro

Daquela estrelada, noite estrelada

Você tomou sua vida como os amantes geralmente fazem

Mas eu poderia ter-lhe dito, Vincent:

Esse mundo nunca fez sentido para alguém tão bonito como você


Como os estranhos que você conheceu

O homem esfarrapado em roupas esfarrapadas

O espinho prateado da rosa ensangüentada

Estende-se esmagada e quebrada na neve virgem

Eles não ouviriam

Ainda não o estão escutando

Talvez eles nunca ouçam...


Se você tiver tempo e ânimo para chorar, assista o clipe, é como a suspensão momentânea das mazelas do mundo.


Posts recentes

Ver tudo

Nina